04/01/2015

Coisas boas de 2014

O ano passado foi, de longe, o pior ano da minha vida. A grande maioria dos meus planos deu errado, eu perdi uma das pessoas mais importantes da minha vida, me afastei de outras, fui diagnosticada com uma doença que representa minha luta diária, entre diversas outras coisas.

Gosto de pensar que olhar pra trás é necessário. Somente sabendo de onde viemos podemos controlar melhor para onde vamos, o que fizemos de errado, onde precisamos mudar. Citei algumas das coisas que fizeram 2014 ser péssimo pra mim, mas entre o preto e o branco existem muitos tons de cinza. Se este post fosse só para falar de coisas ruins, eu o postaria em outro lugar. Listo, então, alguns dos motivos que fizeram 2014 ser bom.



1) EU LI. BASTANTE.
Jamais pensei que a literatura voltasse a fazer parte da minha vida com todas as forças. A cada ano tenho lido mais, superado minhas metas e conhecido autores e obras sensacionais. Mal posso explicar o quanto a leitura me salva todos os dias. Para ver o que tenho lido, clique aqui

2) TENHO UMA BIBLIOTECA PRA CHAMAR DE MINHA.
Apesar de ter um Kobo, eu não abro e nunca abrirei mão dos livros físicos. Eles se empilhavam por todos os lugares, pela sala, pelo quarto... hoje eu tenho uma sala só para os livros, ela é linda e eu não poderia estar mais feliz por isso.

3) MUDEI DE PROFISSÃO... MAIS OU MENOS.
Eu sou publicitária, mas faz muito tempo que não gosto dessa profissão. Infelizmente ainda não posso simplesmente deixar de trabalhar com isso, mas já estou dando os primeiros passos. Comecei este ano a fazer o curso de Psicologia, e parece que estou me encontrando...

4) MUDEI DE CASA.
Morar em um lugar que te deixa pra baixo não é bom e você tem que sair correndo dessa o quanto antes! Na minha impulsividade, morei em lugares extremamente ruins, o que me deixava pra baixo, insatisfeita, triste. Já faz alguns meses que estou em uma bela casa com quintal, e me sinto diariamente inspirada para arrumar, decorar e criar.

5) APRENDI A DOMINAR MEU VÍCIO POR TECNOLOGIA
Muita gente não faz ideia do quanto isso é sério. Pretendo entrar em detalhes sobre isso no futuro, em outros posts, até mesmo para ajudar alguém a detectar se está viciado ou como *sair dessa*. Hoje tenho poucas redes sociais e as uso com moderação. Às vezes passo semanas sem ligar o computador de casa, e não me faz falta. Existe vida fora da internet, meu povo!


Essas foram apenas algumas coisas que, digamos, equilibraram meu ano. Tem algumas outras mais pessoais, mas essas ficam em segredo por aqui. ;)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...